Hoje recebi a informação de que o 3G havia sido habilitado para a minha linha telefônica Oi Empresa. Logo em seguida, saí à procura das informações de configuração para que a conexão pudesse ser realizada. Demorei alguns minutos para encontrar em blogs e site não oficiais como fazer a configuração do 3G para o Motorola Milestone.

Aqui em Belo Horizonte ainda não tenho certeza da cobertura do sinal 3G, mas apenas consegui me conectar na rede Edge\GPRS na região da Pampulha. Como não achei que tal limitação de cobertura fosse razoável, resolvi entrar em contato com o atendimento Oi Empresarial pelo *144. É aí que começa a saga!

Liguei para para o *144 e consegui falar com o atendente após digitar o número do meu celular, que, como sempre, não foi identificado. A atendente solicitou confirmação de vários dados da empresa, e disse que um número de protocolo seria enviado via SMS (não foi). Após eu explicar que gostaria dos dados para configuração do 3G no meu aparelho celular, ela disse que só poderia me informar se eu estivesse ligando de outro número e aparelho, de preferência fixo. Mesmo achando estranho que não pudessem me passar tal informação, solicitei o número para o qual deveria ligar a partir de um telefone fixo.  A atendente me passou o 08000310800 e disse para usar a opção 4.

Reclamação sobre operadora de internet

Reclame. Denuncie. Troque de operadora. Mas não fique em silêncio quando você tem um problema com sua internet, ou operadora de telefonia celular. (Foto: www.acidadedeverdade.com.br)

Lá fui eu para o telefone fixo fazer um nova ligação:

“Bem vindo ao atendimento empresarial!” e musiquinha de espera…

De repente começam as opções do menu: “…” , “….”, “Oi fixo Oi Velox e dados tecle 2”, “…”.

Não havia a opção 4! Mas havia a 5 e outras após!!!!!

Mesmo assim eu digitei 4… quem sabe a operadora não tem um menu estilo “Easter Egg“?

Murphy não deixou, claro, e o menu começou a se repetir.

Por eliminação e como não havia opção “Falar com atendente” a opção 2 acima pareceu ser a que mais tinha alguma relação com a conexão de “dados” do 3G! Teclei 2 e uma mensagem foi dita bem rápido:

“Tecle o código da cidade e o número do telefone ou circuito.”

Digitei pausadamente o DDD e o telefone.

“O número não é válido.”

“Tecle o código da cidade e o número do telefone ou circuito.”

Digitei ainda mais pausadamente o DDD e o telefone.

“O número não é válido.”

“Tecle o código da cidade e o número do telefone ou circuito.”

Digitei com intervalos maiores ainda o DDD e o telefone.

“O número não é válido.”

“Se você ainda não é cliente…”

“Damn it!”

Resolvi aguardar até o fim da mensagem e escolhi uma opção que parecia mais próxima de uma atendente humano: “Demais reclamações!”.

“Musiquinha…!”

Demorou uns 2 minutos… Eu já estava imaginando que iria ouvir uma gravação do tipo: “Após o sinal, deixe sua reclamação e a cidade de onde está falando…”, mas não… era mesmo uma pessoa do outro lado. Bingo!

O atendente solicitou algumas informações sobre a empresa que ninguém mais poderia saber, apenas o responsável pela linha… vejam.

“Atendimento Oi empresarial, com quem eu falo, por favor?”

“Número eu seu telefone com DDD, por favor?”

“Confirme a razão social da empresa?”

“Confirme o endereço ou telefone de contato da empresa por favor?”

Depois de confirmar tudo isto, o atendente muito educado me informou:

– Senhor, este número é para atendimento de telefones fixos, você precisa ligar no *144.

– Mas eu liguei lá e me informaram para ligar neste número!

– Então você tem que ligar no 080003100800 e usar a opção 4.

– Mas foi pra este número que eu liguei e não tinha lá a opção 4.

–  É sé escolher o 4 logo após começar a falar que vai dar certo…

– Eu já fiz isso e não deu.

– Tenta de novo que pode dar certo.

– Não… não dá. Faz um teste aí agora que você mesmo vai ver que não dá não…

– Senhor eu não tenho como fazer isto aqui, você precisa ligar no 080003100800…

– Eu liguei e não deu certo e agora estou falando com você… você tem como me transferir para o setor técnico que possa me passar os dados de configuração que eu preciso?

– Senhor…. (já com um pesar na voz) não há como lhe transferir, são setores diferentes!

– (WTF…!!) Mas como não? Se uma empresa de telefonia não consegue transferir uma ligação entre setores diferentes, quem vai conseguir? Eu preciso resolver o problema e não vou ficar ligando não. Tem como abrir um chamado então?

– “Peraí” que vou tentar lhe transferir.

Algo me diz que transferir uma chamada é mais fácil que abrir um chamado…

Aí, com alguns minutos de espera e muita conversa ao fundo estou de novo falando em conferência com o atendente e uma moça do setor de “móvel”.

Após confirmar de novo o nome, número do telefone e dados da empresa, a moça me diz que irá abrir um chamado para que em 24 horas alguém entre em contato comigo para me passar as informações de configuração do 3G.

Arrrgggg!

– Mas moça.. eu só preciso de alguns dados… já procurei no site da Oi e não encontrei. Se tiver em algum lugar no site da Oi, você pode ao menos me dizer onde é que eu vou lá e resolvo. Não tem essa informação em lugar nenhum não?

– Senhor eu não tenho esta informação “de site” para lhe passar mas como eu lhe disse vamos estar abrindo uma chamado para que em 24 horas…

– Mas não é possível que não tenha isto já escrito no site da Oi… tem ou não tem? Não tem ninguém aí do seu lado que saiba como configurar uma conexão 3G da Oi em Belo Horizonte? Não pode ser tão difícil!

– Senhor… eu lhe peço paciência pois o fim de ano foi muito complicado aqui pra gente e está tudo sobrecarregado. Eu estou fazendo todo o possível e tudo o que está ao meu alcance para tentar lhe ajudar, mas não tem como eu fazer mais do que isto. Por isso só posso lhe pedir que espere no máximo 24 horas que alguém da área técnica irá entrar em contato para resolver o seu problema.

– Mas eu não tenho um problema, eu só preciso….

Eu desisti e agradeci a moça pelo atendimento. Senti muita sinceridade no que ela disse na frase acima e vi que ela foi a única que se prestou a dar uma solução (mesmo que insatisfatória) para o meu “problema”. Ela realmente estava empenhada em me atender bem e ficou claro de ela não tinha os meios necessários para isto. Não era mesmo culpa dela. Ela informou que o protocolo da ligação seria enviado por SMS e que havia aberto um chamado do tipo urgente. Solicitei que ele me dissesse o protocolo para que eu anotasse e estou esperando a ligação da Oi.

Amanhã (daqui a 24 horas) vou escrever a segunda parte da história. Até lá vou usando o GPRS mesmo que já dá pra ler e-mails, feeds e navegação por GPS numa boa.

Quando eu tiver certeza dos dados para configuração do 3G da Oi, irei postar aqui no site. Enquanto isto estou usando outra configuração para conexão GPRS da Oi, que encontrei em um forum.

E você? Já passou raiva no atendimento de alguma operador? Conte sua experiência nos comentários!

Atualização:

Continue lendo a Saga do 3G da Oi – Parte 2

2 comentários para “A saga do 3G na Oi – Parte 1”

  1. Raphael

    Passo nervoso direto com a oi, e com o mesmo problema acredito que eles não tenham 3g para celular e sim só para modem, já cansei de ligar pra eles ouvir protocolos, já ate decorei o que eles falam rs

    Responder
  2. João Paulo Padilha de Aquino

    Só uma coisa, a configuração de EDGE/GPRS é a mesma pro 3G, se não conecta o 3G aí na sua localidade é porque não está disponível mesmo para a sua área, ou seja, é uma mancada maior ainda da Oi.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1.  A saga do 3G na Oi – Parte 2
  2.  Atendimento da NET em Belo Horizonte | Telefones Celulares

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)