Para que serve o Facetune? Como usar?

Escrito na categoria "Aplicativos para celular" por André M. Coelho.

Seja você um fotógrafo profissional, um amante de selfie, um viciado em Instagram ou apenas alguém que gosta de tirar fotos com amigos e familiares em seu smartphone, existe um aplicativo por aí que pode prometer retratos de modelo, obras de arte retocadas e fotos de revistas de qualidade e se chama Facetune.

O Facetune traz recursos de edição de fotos de nível profissional para o seu iPhone com ótimos resultados, mas você precisará de um pouco de paciência para aprender as regras. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre o Facetune, como ele funciona, seus recursos especiais, o que você precisa aguardar e muito mais!

O que é o app Facetune?

O Facetune é um aplicativo que permite suavizar, editar, ajustar detalhes, remodelar, corrigir, ajustar tons, corrigir olhos vermelhos, desfocar, adicionar molduras, adicionar filtros e muito mais para qualquer uma das fotos que você tirou no seu iPhone!

Ele funciona um pouco como o Photoshop, mas é bem menos complicado, então, se você quiser editar em qualquer lugar, essa será a melhor opção disponível (além do Facetune 2, mas essa é uma história totalmente diferente).

Pode demorar um pouco para se ajustar à forma como você edita com o Facetune, mas quando você o desanima, editar suas imagens para parecer retocadas e profissionais é fácil!

Eu diria que a parte mais legal do Facetune é o fato de que, embora seja tão poderoso quanto os melhores aplicativos de edição de fotos existentes, é totalmente otimizado para a experiência de toque móvel. Usando um movimento de furto com o dedo, você pode editar a imagem em tempo real, tudo sem perder um pixel.

Como funciona o Facetune?

Dependendo do que você deseja corrigir na sua foto, o Facetune funciona permitindo que os usuários selecionem suas ferramentas de edição, como e onde eles as usam na imagem e a capacidade de apagar e corrigir qualquer edição.

Basta fazer o upload da foto que você deseja ajustar e aperfeiçoar no aplicativo e começar a brincar com suavidade, olhos vermelhos, molduras, reformulação etc.

Você pode usar a ferramenta borracha para corrigir e se livrar de todos os erros cometidos, enquanto a ferramenta Mover permite aumentar o zoom e ficar super perto de áreas menores e mais detalhadas que podem ser difíceis de editar de outra forma.

Quando você terminar sua edição e ficar super feliz com a aparência de tudo, poderá usar um filtro adicional e salvar sua foto no rolo da câmera.

Agora você pode postar sua obra-prima do Facetune em qualquer lugar.

Usando o Facetune

O Facetune pode ajudar a corrigir falhas na foto e até melhorar sua aparência. (Foto: nocamels.com)

Quais recursos neste app de edição de fotos estão incluídos?

Suavizar e Editar Pele

Cirurgia plástica instantânea:

Enfatize seus olhos:

Sorrisos perfeitos:

Seja criativo:

Adicione um pouco de maquiagem:

Melhore sua foto:

Conserte seus cabelos:

Onde posso aprender mais?

Se você baixou o aplicativo e deseja ajuda para editar fotos, ou se procura apenas algumas idéias novas para ajustar sua fotografia, sempre pode conferir por tutoriais do Facetune. As dicas também estão disponíveis no próprio aplicativo. Se você é um grande fã do Facetune, verifique também o Facetune 2.

Embora funcione de maneira semelhante ao Facetune original, existem algumas diferenças importantes entre os aplicativos:

As ferramentas de edição variam drasticamente em relação à primeira versão do aplicativo, com opções como matificação, ocultação, destaque, re-iluminação e muito, muito mais.

Para ter acesso às opções de edição “VIP”, você deve pagar uma taxa mensal.

Há uma seleção muito mais ampla de filtros de moda / embelezamento e opções de download para eles, se você atualizar para VIP.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Quando André entrou na faculdade em 2004, notebooks eram ainda muito caros. Para anotar as informações, buscou opções, encontrando no Palm Zire 72 um aparelho para ajudá-lo a registrar informações das aulas. Depois, trocou por um modelo de celular com teclado, Qtek quando o 2G e o 3G ainda engatinhavam no Brasil. Usou o conhecimento adquirido na pesquisa de diferentes modelos para prestar consultoria em tecnologia a diversas empresas que se adaptavam para o mundo digital. André passou ainda por um Samsung Omnia, um Galaxy Note II, e hoje continua um entusiasta de smartphones, compartilhando neste site tudo que aprendeu.

Deixe um comentário