Quando lidamos com o mundo dos celulares, sempre lidamos com fãs de Android e fãs de iPhone discutindo sobre qual modelo é melhor, qual tem as melhores configurações, o melhor software. Vira quase uma discussão entre times, onde um lado quer se provar melhor do que o outro e um tenta ser o vencedor da discussão.

Existem vários aspectos que devem ser analisados sobre cada um dos sistemas operacionais e não podemos assumir que um sempre vence sobre o outro. Isso porque vai sempre depender do que o usuário quer para seu celular e não o que o celular quer para seu usuário.

Se formos analisar pelo aspecto financeiro, o Android vence de longe, pois há muitos smartphones que utilizam o sistema operacional do Google que são muito baratos. É uma acessibilidade excelente e com configurações também boas para o nível atual. Fora que o Android também oferece opções com dois ou até mais chips, uma tendência muito popular entre os brasileiros.

Agora, em questão de status, o iPhone vence disparado, assim como qualquer produto da Apple. Eles são exemplos de design e praticamente todas as fabricantes copiam muito dos modelos criados pela empresa. O iPhone foi responsável por muitas “cópias” ao redor do mundo, assim como os Macbooks também foram responsáveis pela tendência atual dos ultrabooks.

iPhone versus Android

Na briga entre os dois sistemas operacionais, temos um empate técnico que tem seu resultado definido pelo usuário e não pelo sistema. (Foto: thenextweb.com)

Continuando nas comparações, na questão do sistema operacional, temos dois sistemas muito amigáveis ao usuário, com um design intuitivo e muito fácil de utilizar. Mas o iPhone peca na capacidade de customização, algo que faz com que a comunidade Android seja muito mais rica, principalmente com os ROMs customizados que saem na internet para os celulares, otimizando sua utilização. Além disso, o Bluetooth de celulares iPhone só funciona entre eles e/ou com acessórios, limitando o hardware do aparelho. Aliás, os iOS é um sistema muito fechado, assim como os iPhones. Isso pode afastar muitas pessoas que queiram dar sua cara ao aparelho.

No comparativo de hardware, quando falamos de câmeras e resolução de vídeo, temos um empate técnico. Enquanto a qualidade dos iPhones para ambos é impecável, o Android também já tem excelentes modelos, tanto com uma tela gigantesca e de boa resolução, quanto com uma câmera que tira fotos que rivalizam com câmeras profissionais. O Android oferece telas de diversos tamanhos enquanto o iPhone tem apenas dois modelos de tela, incluso o iPhone 5.

No final das contas, a opção de compra vira uma questão apenas dos seus gostos pessoais. Se você é uma pessoa que gosta do ambiente que a Apple criou para seus produtos, você vai comprar um iPhone, iPod, iPad, Macbook e todos os produtos por ela lançados. Já quem tem um Android, gosta de um ambiente mais flexível, não se limitando a uma marca ou fabricante, mas optando por ser mais livre de limitações de software. É uma questão exclusiva de gosto pessoal misturada com um pouco das necessidades pessoais.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)