OTA é uma sigla para Over The Air. Também pode aparecer como FOTA, que significa Firmware Over the Air. Você pode não entender como funciona isso, mas é extremamente importante para a atualização de dispositivos Android. Vamos procurar explicar da melhor forma possível, em detalhes, o que isso é e como funciona.

O que é OTA no Android?

OTA significa Over the Air (ou FOTA – Firmware Over the Air). Refere-se à entrega sem fio de software ou firmware novo ou atualizado para dispositivos como smartphones e tablets. O OTA pode ser usado com Android, Apple e praticamente todos os outros dispositivos conectados (como tablets, smartphones, PCs e dispositivos IoT).

O que é atualizar via OTA?

O processo OTA é auto-explicativo, pois fornece software atualizado sem fio ou “over the air”. Essas atualizações são distribuídas por Wi-Fi ou banda larga móvel usando uma função incorporada ao sistema operacional do smartphone ou tablet ou por meio de um aplicativo OTA especial que recebe acesso root. A atualização vai para todos os smartphones ou tablets designados em um painel de controle central.

Existem 2 maneiras pelas quais a atualização será aplicada:

O usuário final é notificado sobre uma atualização disponível e aceita a atualização do firmware em seu smartphone ou tablet, após o qual o novo firmware é enviado. Com essa opção, o usuário final também tem a opção de recusar a atualização.

A atualização do firmware pode ser enviada automaticamente pelo gerenciador de canais. Essa opção pode ser útil para um dispositivo que está em um local remoto ou que pode não ter uma tela sensível ao toque, botões ou contato humano frequente.

O que o OTA pode fazer?

Atualizações do sistema: Desde que o chipset usado no dispositivo possa suportar um sistema operacional atualizado, o OTA pode ser usado para enviar essas atualizações. Por exemplo, se você, proprietário da marca, possui um tablet Android no mercado usando o Android 6.0, com o OTA você pode enviar o Android 7.0 diretamente para o tablet do usuário final. Isso também funciona para atualizações de segurança nos bastidores, correções de bugs ou outras melhorias no software.

Corrigir erros: o software sempre terá erros. Alguns são pequenos erros, outros não. Os erros nem sempre são encontrados e removidos ou corrigidos antes da distribuição de um produto. Existem alguns erros que podem causar um recall para todos os dispositivos, no entanto, com o OTA, isso não seria necessário, pois o bug pode ser corrigido e o firmware atualizado enviado para cada dispositivo.

Adicionar / remover aplicativos: existe um recurso de instalação silenciosa usando o OTA, no qual um aplicativo pode ser enviado para um dispositivo a ser baixado ou o usuário pode optar por fazer o download de um novo aplicativo. OTA também pode ser usado para remover um aplicativo que não é mais desejado.

Interface do usuário e novos recursos: o OTA pode permitir que você atualize e altere a interface do usuário ou adicione novos recursos aos seus smartphones ou tablets.

OTA do Android

O OTA ou Over The Air é um tipo de atualização automática do sistema e de seus aplicativos. (Foto: Twitter)

Por que usar o OTA?

Existem inúmeras razões pelas quais optar por usar o OTA faz sentido ao trabalhar com tablets ou smartphones Android personalizados ou prontos para uso.

Fornecer atualizações do sistema e corrigir bugs são processos muito mais eficientes usando o OTA do que precisar atualizar o software manualmente, um processo demorado e tedioso.

O uso do OTA pode reduzir o processo de desenvolvimento de software e garantia de qualidade, permitindo que o desenvolvimento geral se mova mais rapidamente.

Por exemplo, a configuração incorreta do APN (nome do ponto de acesso) é uma correção fácil em smartphones e tablets Android; isso pode tornar o dispositivo não-comercializável, pois pode causar problemas com a capacidade do dispositivo de se conectar à Internet. Um problema nessa configuração foi descoberto por um fabricante tarde, o que significa que eles precisavam atualizar todos os dispositivos manualmente antes de poderem vender para o mercado. Isso causou um atraso significativo no lançamento. Também consumiu recursos significativos no atendimento ao cliente, além de prejudicar a reputação da empresa.

Para evitar eventos semelhantes no futuro, esta empresa imediatamente se envolveu com nossos parceiros OTA para implantar o OTA em todos os dispositivos futuros.

Nesse caso, o problema foi descoberto antes da distribuição. Se um problema for descoberto após a distribuição, isso poderá levar à necessidade de recuperar os dispositivos que seriam mais prejudiciais, possivelmente à falência de uma empresa. O exemplo mostra que ter a capacidade de corrigir erros via OTA pode ajudar a evitar situações desastrosas.

O OTA também deve ser considerado para dispositivos Android que podem não ter uma tela sensível ao toque, como telas de publicidade ou dispositivos Android que não são facilmente acessíveis ou localizados remotamente. O OTA fornece uma solução eficiente para atualizações de software para esses tipos de dispositivos.

OTA é seguro?

Encontrar um parceiro confiável OTA é importante, pois ele vem com certas ameaças à segurança.

Então, isso significa que você não deve arriscar usar o OTA? Não, claro que não. Significa apenas que você precisa escolher aplicativos confiáveis, para poder colher os benefícios da OTA sem se sentir inseguro. É claro que as marcas também podem configurar seu próprio sistema OTA, mas isso requer conhecimento especializado para implementar e gerenciar. E aí, é importante escolher uma marca de tablet ou smartphone confiável além da qualidade do aparelho.

O que mais vocês sabem sobre o OTA? Como este sistema influencia a vida de vocês?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)