Os smartphones de hoje são computadores poderosos que nos permitem executar tarefas que apenas uma geração atrás seriam consideradas ficção científica. Os dispositivos também costumam conter uma enorme quantidade de informações confidenciais, incluindo o conteúdo de nossas comunicações por texto e e-mail, bem como o acesso a várias contas por meio de aplicativos pré-conectados. É imperativo, portanto, manter os dispositivos protegidos contra hackers e tomar ações corretivas imediatas se o telefone de alguém for violado. Mas como você pode saber se o seu smartphone foi comprometido? Abaixo estão alguns sintomas a serem observados.

Por favor, tenha em mente, no entanto, que nenhuma das pistas que discutimos neste artigo é, por si só, absoluta. Existem outras razões além de uma violação que podem fazer com que os dispositivos atuem de maneira anormal. No entanto, se o seu dispositivo começar a exibir vários comportamentos questionáveis, ou se os problemas relevantes surgirem logo depois de você clicar em algum link, baixar algum aplicativo de um mercado de terceiros, abrir algum anexo ou fazer algo que você agora questionar, convém tomar ações corretivas, conforme discutido abaixo:

Como saber se meu celular está hackeado: lentidão maior do que o normal

O malware executado em segundo plano pode afetar o desempenho de aplicativos legítimos em um dispositivo, e as transmissões de malware podem retardar a conexão de rede do dispositivo. É importante perceber, no entanto, que as atualizações no sistema operacional de um dispositivo podem, às vezes, fazer com que um dispositivo sofra um desempenho reduzido. Portanto, não entre em pânico se você acabou de atualizar seu sistema operacional e seu desempenho parece degradado. Da mesma forma, se você encher a memória do seu dispositivo ou instalar muitos aplicativos intensivos de processamento e largura de banda, o desempenho também poderá diminuir. Isso também pode ocasionar uma bateria drenando mais rapidamente e até um superaquecimento do celular. Preste atenção a estes sinais para detectar hacks.

Seu dispositivo está enviando ou recebendo mensagens de texto estranhas

Se seus amigos ou colegas relatarem o recebimento de mensagens que você não enviou, algo pode estar errado (isso também vale para os emails). Da mesma forma, se você vir mensagens de texto estranhas chegando, elas podem estar relacionadas a uma violação da segurança do seu dispositivo, ou seja, um smartphone que foi hackeado.

Como saber se meu celular foi invadido: apps instalados sem sua autorização

Embora o fabricante do dispositivo ou o provedor de serviços possa instalar aplicativos de maneira legítima periodicamente devido a atualizações, se novos aplicativos aparecerem de repente, você deve ter certeza de que são seguros. Faça uma pesquisa no Google sobre os aplicativos e veja o que sites de tecnologia confiáveis ​​dizem sobre eles.Vulnerabilidades nos sistemas operacionais podem fazer com que os malwares Android ou iOS aumentem os privilégios e, assim, ganhem a capacidade de burlar os recursos de segurança – roubando seus dados, gravando chamadas e mensagens de texto, sequestrando sessões de banco de mídia e online, e causar todos os tipos de estragos.

Smartphone inseguro

Identifique um smartphone hackeado para proteger seu dispositivo e evitar que dados importantes sejam roubados. (Foto: Cell Phone Spy)

Sites e apps parecem diferentes em um celular inseguro

Se alguém instalou um malware que está “fazendo proxy” em seu dispositivo – ou seja, ficando entre o navegador e a Internet e retransmitindo as comunicações entre eles (enquanto lê todo o conteúdo das comunicações e, talvez, inserindo várias instruções próprias) – pode afetar o modo como alguns sites são exibidos. Se os aplicativos que costumavam funcionar corretamente de repente pararem de funcionar, isso também pode ser um sinal de proxy ou outro malware que interfira na funcionalidade dos aplicativos.

Você percebe um aumento no uso de dados ou mensagens de texto (SMS) em um smartphone hackeado

Se você monitorar seus dados ou uso de SMS e observar um uso maior do que o esperado, especialmente se esse aumento começar logo após algum “evento suspeito”, isso pode ser um sinal de que o malware está transmitindo dados de seu dispositivo para outras partes. Você pode até verificar seu uso de dados por aplicativo – se um deles parece estar usando dados demais para a funcionalidade que ele fornece, algo pode estar errado. Se você instalou o aplicativo de um appstore de terceiros, pode tentar excluí-lo e reinstalá-lo de uma fonte mais confiável. No entanto, se houver malware no seu dispositivo, isso nem sempre corrigirá o problema.

Sua conta de telefone celular mostra cobranças e mensagens inesperadas

Os criminosos podem explorar um dispositivo infectado para fazer chamadas telefônicas no exterior em nome de um proxy remoto através do seu dispositivo, podem enviar mensagens SMS para números internacionais ou registrar cobranças de outras maneiras.

Assim como nos computadores, alguns malwares de dispositivos móveis produzem janelas pop-up solicitando que o usuário realize várias ações. Se você está vendo pop-ups, tenha cuidado.

Problemas no email e acesso a sites em celulares hackeados

Se o email enviado do seu dispositivo for subitamente bloqueado por filtros de spam, pode ser um sinal de que sua configuração de email foi alterada e que o email está sendo retransmitido por meio de algum servidor não autorizado que permite que uma parte nefasta leia suas mensagens.

Se você usa o dispositivo em uma rede que bloqueia o acesso a sites e redes problemáticos conhecidos e você descobre que estava tentando acessar esses sites sem o seu conhecimento, seu dispositivo pode estar infectado.

Interrupções de serviço incomuns

Se você tiver a queda de chamadas, a incapacidade de fazer chamadas em momentos em que parece ter uma boa intensidade de sinal ou ruídos estranhos durante as conversas telefônicas, algo pode estar errado. Normalmente, esses problemas são indicativos de problemas técnicos não relacionados a uma violação, mas isso nem sempre é o caso. Então, se você notou esses sintomas logo após ter tomado uma atitude da qual agora se arrepende, talvez queira considerar se precisa tomar uma ação corretiva.

Então, o que você deve fazer se suspeitar que seu dispositivo foi invadido?

Se você suspeitar que seu telefone está infectado, execute um software anti-malware móvel (de preferência, execute mais de um) e remova todos os aplicativos que você não reconhece. Se possível, limpe o dispositivo, restaure as configurações de fábrica e reinstale os aplicativos de aplicativos confiáveis. Obviamente, use o software de segurança da Internet no seu dispositivo daqui para frente. Se você estiver preocupado com o fato de o dispositivo ter sido rooteado e contaminado por malware, mostre-o a um profissional.

Você já teve um celular hackeado? O que fez para resolver o problema?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)