GPS do celular não funciona! Como ativar?

Escrito na categoria "Dúvidas de aparelhos e apps" por André M. Coelho.

 

O GPS se tornou padrão em smartphones e tablets. Praticamente todos os aparelhos vem equipados com um sensor de GPS, permitindo que o telefone use aplicativos de navegação, como o Google Maps, e os serviços de localização para marcar corretamente sua localização em com aplicativos, em fotos, e outras ferramentas semelhantes. É uma das coisas que torna o seu smartphone ‘inteligente’.

O problema é que nem todos os sensores de GPS são construídos iguais, e telefones diferentes tem níveis muito variados de precisão. Enquanto o sinal GPS ruim ou até que não funciona pode ser um problema de hardware, é mais frequentemente algo que pode ser resolvido ajustando as configurações do sistema, com algumas soluções rápidas e fáceis de fazer.

GPS do celular não funciona: ligue o modo de alta precisão

Para obter o melhor sinal possível, você tem que estar preparado para usar um pouco mais bateria do que faria normalmente. É um sacrifício necessário, e você sempre pode reverter isso mais tarde, quando você não precisa de usar o GPS. Vá em configurações e abra a opção localização. Certifique-se que todos os serviços de localização estão ligados. Vá para modo e ative alta precisão, o que vai deixar seu GPS mais preciso.

Como resolver problemas do GPS

O GPS não funcionando muito bem pode ser, na maior parte das vezes, um problema de configuração, mas é bem simples e fácil de resolver. (Foto: www.afb.org)

GPS não funciona no Android: calibre a bússola do celular

Um potencial problema com a precisão do GPS é uma bússola indevidamente calibrada. Se este for o caso, o dispositivo está recebendo informações de orientação ruins e que irão causar problemas ao usar aplicativos de navegação. Afim de corrigir isso, você vai precisar calibrar a bússola do seu smartphone ou tablet Android.

O aparelho pode ter um aplicativo nativo para calibrar a bússola mas se não tiver, baixe um aplicativo de configuração de bússola ou de configuração de GPS.

Se você tiver um aplicativo de bússola em seu telefone, use isso. Se não, baixar o aplicativo, GPS Essentials, que tem uma bússola entre outras funcionalidades úteis. Em seguida, faça o seguinte:

Isso irá recalibrar a bússola do aparelho. Lembre-se que seu smartphone ou tablet não tem um GPS dedicado, e uma um sistema A-GPS ou Glonass (basicamente um “GPS terceirzado”).

Descubra se seu problema de GPS é de hardware ou software

Com os aplicativos de diagnóstico de GPS disponíveis na Play Store, você também pode diagnosticar para ver se o sinal de GPS é devido a um problema do seu sistema Android ou se é por causa dos sensores do aparelho com algum defeito.

No menu principal do aplicativos, clique em satélites ou sensores. Eles mostrarão algumas leituras e valores, ou o número de satélites conectados. Fique afastado de objetos metálicos e, preferencialmente, em um lugar onde não há qualquer obstrução de visão para o céu. Se nenhum sinal é mostrado, ou nenhum satélite aparece, é um problema de hardware, e você precisa levar seu aparelho para a garantia ou assistência técnica. Caso haja algum sinal e os satélites estejam aparecendo, então você tem um problema de software, e as outras dicas do nosso artigo vão te ajudar a resolver o problema.

Atualize os dados de GPS do seu celular para que funcione perfeitamente

Às vezes, o dispositivo vai ficar ‘preso’ em determinados satélites GPS, mesmo se eles não estão dentro do alcance, fazendo com que ele não funcione corretamente. Para corrigir isso, você pode usar um aplicativo para limpar seus dados de GPS e começar a conectar aos satélites do zero.

No aplicativo, abra algo como “status do GPS”, e toque em reset/apagar dados. Toque em fazer download/atualizar dados.

Essas são as formas mais simples de consertar os problemas de um GPS. Se você tem mais sugestões ou se seu problema não foi solucionado pelo nosso artigo, deixe suas perguntas nos comentários. Estamos aqui para ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Quando André entrou na faculdade em 2004, notebooks eram ainda muito caros. Para anotar as informações, buscou opções, encontrando no Palm Zire 72 um aparelho para ajudá-lo a registrar informações das aulas. Depois, trocou por um modelo de celular com teclado, Qtek quando o 2G e o 3G ainda engatinhavam no Brasil. Usou o conhecimento adquirido na pesquisa de diferentes modelos para prestar consultoria em tecnologia a diversas empresas que se adaptavam para o mundo digital. André passou ainda por um Samsung Omnia, um Galaxy Note II, e hoje continua um entusiasta de smartphones, compartilhando neste site tudo que aprendeu.

Deixe um comentário