Ao fazer uma viagem internacional, você provavelmente irá precisar usar um telefone para várias ligações e até para o uso da internet móvel. Isso é válido principalmente se você planeja alugar um carro e precisará acessar dados do GPS para suas viagens. Mas seja qual for o motivo, você precisa pensar bem no que fazer para ter acesso a estes serviços pois pode acabar gastando muito mais do que você planeja nessa empreitada.

Foi pensando nesse tipo de público que a TIM faz a propaganda de seus serviços Liberty no exterior. É um produto voltado aos viajantes internacionais. Os valores são atrativos para o brasileiro. Mas será que eles valem tanto a pena lá fora?

Entendendo as tarifas do TIM Liberty

De acordo com os diferentes planos TIM Liberty, você irá pagar R$1,99 por minuto de chamada feita ou recebida, R$0,99 por torpedo enviado, não pagará nada por torpedo recebido e terá de desembolsar entre R$9,90 a R$12,90 por MB de dados trafegados. Aparentemente, um bom negócio para os brasileiros, com tarifas bem baratas, preços bem em conta em um serviço internacional, bastando apenas que o usuário ative o serviço pelo atendimento da TIM.

Precinho com jeitinho brasileiro

Como disse, esses preços são bons para os brasileiros, que pouco tem como comparar com preços lá de fora ou outros tipos de plano. Você vai acabar comparando os preços da TIM com valores de outras operadoras brasileiras, o que é lógico. Porém, ao ir para o exterior, você tem que começar a pensar de forma inteligente e não cair nas armadilhas das operadoras brasileiras.

Temos um dos piores serviços de telefonia móvel no mundo. Tanto, que até a conexão 2G dos EUA é melhor que nossa conexão 3G. Porém, mesmo com serviços que estão entre os piores do mundo, pagamos um dos preços mais caros pelo uso dessa rede ruim. Culpe quem for, mas isso não vai dar soluções nem resultados. E até lá fora, nossos preços continuam absurdos. Aí é que entra a esperteza de quem vai viajar para o exterior ou quem vai ficar por um tempinho a mais lá fora.

Promoções de telefonia internacional

Não caia em propagandas de promoções que são desvantajosas ao viajar para o exterior. Prefira as promoções do país de destino. (Foto: tim.com.br)

Os preços no exterior: pagando justo por um serviço de qualidade!

Quando você está lá fora, você pode optar por comprar os serviços de operadoras locais. Vamos pegar apenas o exemplo norte americano, para fins de simplificar nosso artigo, e apenas uma operadora estrangeira, para não massacrar nossas operadoras.

A T-Mobile é uma operadora dos EUA com boa qualidade e cobertura ao redor do país. Se você for viajar por lá e não vai ficar muito tempo, eles tem um serviço que chama Pay By Day (Pague Por Dia, em tradução livre). Com este serviço, você paga US$3 por dia para ligações ilimitadas, textos ilimitados e internet ilimitada com os primeiros 200 MB em velocidades até 4G. Ótimo para e-mail, Facebook, surfar na rede, Skype, GPS, download de arquivos e muito mais. Caso não queira a internet 4G, você pode optar por um pacote mais simples, de US$2 por dia, com internet ilimitada só que com velocidade 2G (que é melhor que a 3G brasileira).

Comparando os preços dos serviços

Perceba então a diferença: US$2 por dia para tudo ilimitado contra o pagamento por minuto, mensagem ou MB utilizado. E com certeza, você irá utilizar muitos minutos, textos e navegação na web. Se você não acredita, dá uma olhada no site da T-Mobile. Olha que eu nem entrei em mais opções de planos e operadoras para você economizar ao comparar os melhores serviços e mais baratos.

Eu vou viajar para o exterior em breve. O que eu devo fazer quanto ao meu celular?

O primeiro passo é tirar o chip da sua operadora brasileira e deixá-lo guardadinho em casa. Não caia em planos especiais para roaming internacional. A não ser que você precise muito de receber chamadas em seu aparelho original, as pessoas importantes podem receber mensagens com seu número estrangeiro temporário para entrarem em contato contigo. Chegando lá fora, portanto, pegue um desses chips de planos pré-pagos bem simples e passe a usá-lo. Repasse o número para todo mundo que seja importante e preferencialmente, peça para que entre em contato via e-mail ou outros serviços de mensagens.

Não se esqueça também de comparar a qualidade dos serviços. É uma ótima forma de você voltar para o Brasil com padrões de comparação melhores para saber escolher melhor sua provedora de telefonia móvel e até saber reclamar melhor sobre a qualidade dos serviços.

Espero então não ter deixado dúvidas para os viajantes internacionais: não usem planos brasileiros lá fora. Usem planos locais, que vão atender suas necessidades com preços muito mais em conta. Ou senão, nem use celular: Aproveite a viagem, divirta-se e se desligue do mundo conectado por uma vez pelo menos.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)