Mouse e teclado para celular, como usar?

Escrito na categoria "Acessórios para smartphones" por André M. Coelho.

A digitação por toque pode ser divertida, mas suas opções ainda são um pouco limitadas em comparação com a digitação em um teclado físico – o que usamos com PC. Mas espere, que tal se você pudesse conectar o teclado da área de trabalho ao smartphone ou tablet?

Sim, você pode conectar um teclado físico de tamanho normal ao seu dispositivo Android e, neste post, vou mostrar 3 maneiras diferentes de fazer exatamente isso. Vamos dar uma olhada.

1. Conecte o mouse e teclado para celular

Você pode conectar um teclado USB a um dispositivo Android por meio de um adaptador USB OTG (On-The-Go), desde que seu dispositivo seja compatível com USB OTG. Se você comprou seus dispositivos Android nos últimos 3 anos, é provável que ele seja compatível com USB OTG.

No entanto, se você não tiver certeza, pode confirmar com um app, como o Easy OTG Checker. Este aplicativo detecta automaticamente hardware OTG USB necessário e API de software.

Como alternativa, você também pode obter um adaptador OTG USB online. Existem muitas opções e baratas.

Com o USB OTG, faça o seguinte:

Conecte o teclado ao conector USB e o telefone ao conector micro-USB.

O teclado se conectará automaticamente assim que for conectado ao PC.

Abra qualquer aplicativo e comece a digitar no teclado e o texto começará a aparecer.

Depois de conectado com sucesso, você pode usar todas as teclas (Page up Page Down, etc) e atalhos (Ctrl + A) da maneira que desejar.

Mouse e teclado em celular

Com mouse e teclado, fica mais fácil usar seu celular e aumentar sua produtividade. (Foto: YouTube)

2. Conecte o teclado Bluetooth do Android

Um teclado Bluetooth também pode ser conectado ao seu telefone Android e é mais conveniente e fácil de configurar. É assim que você faz:

Ligue o Bluetooth em ambos os dispositivos.

Na lista de dispositivos Bluetooth próximos, selecione o teclado. Se solicitado, forneça um código PIN. Normalmente, é “0000”.

O teclado será conectado e você poderá começar a digitar.

3. Conecte o teclado do PC ao Android via Wi-Fi)

Usando um aplicativo, você pode conectar seu PC e telefone Android por Wi-Fi e transferir texto do PC para o telefone. Esse método provavelmente é bom quando você precisa digitar um texto longo no telefone.

Recomendo o aplicativo de teclado WiFi para isso, que permite a transferência de texto usando uma janela do navegador. Depois de instalado, você precisa defini-lo como o método de entrada padrão.

Vá para Configurações e toque em Idioma e entrada.

Toque na opção Teclado atual e, em seguida, toque em Escolha o seu teclado.

Aqui, ative o teclado WiFi.

Toque na opção Teclado atual novamente e escolha Teclado sem fio.

Agora, abra o aplicativo Teclado WiFi e você verá dois endereços (também podem ser acessados ​​na barra de notificação). Você pode inserir qualquer um desses endereços na janela do navegador do seu PC para abrir a interface da web do teclado WiFi.

Qualquer coisa que você digitar no campo de texto da interface da web aparecerá no seu telefone. Em meus testes, a digitação foi muito responsiva, mas não há visualização do texto. Portanto, você precisa visualizar a entrada em seu telefone.

Dica: certifique-se de desconectar o teclado após o uso, pois ele descarrega a bateria do telefone mais rapidamente (independentemente do método usado).

Se você tiver um teclado Bluetooth, conectá-lo ao seu dispositivo Android não será um problema. No entanto, conectar-se por Wi-Fi é uma ótima opção se você não quiser gastar nenhum dinheiro extra. Deixe-me saber qual método funcionou para você usando a seção de comentários abaixo.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Quando André entrou na faculdade em 2004, notebooks eram ainda muito caros. Para anotar as informações, buscou opções, encontrando no Palm Zire 72 um aparelho para ajudá-lo a registrar informações das aulas. Depois, trocou por um modelo de celular com teclado, Qtek quando o 2G e o 3G ainda engatinhavam no Brasil. Usou o conhecimento adquirido na pesquisa de diferentes modelos para prestar consultoria em tecnologia a diversas empresas que se adaptavam para o mundo digital. André passou ainda por um Samsung Omnia, um Galaxy Note II, e hoje continua um entusiasta de smartphones, compartilhando neste site tudo que aprendeu.

Deixe um comentário