Houve um tempo em que eReaders e tablets ocupavam lugares muito distintos no mercado de dispositivos eletrônicos. Os eReaders baixavam e exibiam livros, enquanto tablets assumiam a tarefa mais complicada de executar aplicações interativas, como a reprodução de vídeos e acesso à Internet.

Bem, isso não é mais o caso. Os eReaders estão começando a invadir o território tablet com telas sensíveis ao toque coloridas e capacidades de navegação na Internet, enquanto que os tablets estão buscando superar eReaders na maneira de exibir livros.

Mesmo assim, ainda há muitas diferenças na funcionalidade dos eReaders e tablets e uma série de diferenças entre os diferentes tipos de modelos em cada categoria. A melhor maneira de abordar a decisão é descobrir o que é que você quer fazer com cada um deles.

Vamos começar com a funcionalidade mais básica de ambos. Você pode se perguntar por que alguém escolhe um eReader, quando poderiam ter um tablet. Um dos motivos é o preço: tablets pode custar até US$500 a mais do que o eReader mais básico. Mas a forma de exibição dos livros e muito mais faz a diferença ser melhor compreendida.

Os eReaders usam algo chamado E Ink, que se parece com um texto real em papel e evita questões como o brilho e interferência da luz do sol. Tablets, por outro lado, podem ser difíceis para os olhos após longos períodos. eReaders são, portanto, perfeitos para a exibição de livros e periódicos que serão lidos de uma forma linear, e seu acesso interno para livrarias online faz com que seja fácil de baixar milhares de títulos .

Publicações como as revistas são uma questão diferente. Jornais e revistas geralmente não são projetados para serem lidos de forma linear na Web. Assim, um eReader tradicional, com seu carregamento lento e falta de tela de toque pode tornar a navegação uma tarefa árdua. Tablets, por outro lado, facilitam o trabalho dos jornais e revistas através de aplicativos interativos ou sites otimizados, e podem exibir imagens coloridas e vídeo.

Há também alguns novos eReaders com cor e telas sensíveis ao toque que podem ser mais adequados para jornais e revistas. Então, se isso é realmente tudo o que você quer fazer, um eReader de nova geração pode ser bom para você.

Escolhendo o aparelho certo para você

Decidir entre um tablet e um eReader é basicamente uma questão de hábitos de uso para os aparelhos. (Foto: goodereader.com)

Compartilhamento de documentos e vídeos

Se você está em uma reunião, você pode querer compartilhar texto, imagens ou vídeo com os colegas, algo que é mais fácil para um pequeno dispositivo que em um laptop volumoso. Nem os eReaders ou tablets são realmente concebido para que os usuários façam upload de seus próprios arquivos, embora possa ser feito. eReaders podem suportar alguns arquivos de texto, tais como pdf , e alguns dão-lhe a opção de converter o texto para seus próprios formatos proprietários. Modelos mais sofisticados podem exibir totalmente e editar arquivos do Microsoft ® Office, apesar de produção de documentos e/ou mídia não ser uma finalidade muito popular para tablets e eReaders.

Tablets lhe dão muito mais opções para multimídia também. Eles podem carregar e rodar vídeo e áudio e, claro , tornam-se ideais para edição e compartilhamento de vídeos. Alguns novos eReaders estão apenas começando a ser capazes de reproduzir vídeo, embora eles ainda são mais limitados em como isso pode ser usado do que os tablets.

Navegação na Web e aplicativos

eReaders estão apenas começando a incluir sistemas operacionais móveis completos, como Android, e esses modelos geralmente vêm também com telas sensíveis ao toque e navegadores da Web. Então, se você deseja acessar informações básicas sobre a Web, bem como download de livros e publicações, um eReader da próxima geração pode ser para você.

Tablets, por outro lado, são mais hábeis em exibir e navegar páginas da Web móveis, utilizando tecnologia “pinch” para maximizar, minimizar e mover páginas da Web ao redor da tela.

Onde tablets realmente entram em um grande ponto diferencial é a capacidade de executar aplicativos. Como aplicativos para telefones celulares, aplicativos para tablets são peças independentes de software e vão fazer de tudo, desde a edição de um filme ou uma peça de música até criar e exibir apresentações. Desenvolvimento de Apps geralmente é feito para diferentes sistemas operacionais móveis, de modo que os diferentes modelos de tablet vão ter diferentes números de aplicativos disponíveis.

Email

A maioria dos eReaders vêm com um programa de e-mail embutido, mas muitas vezes você vai ser forçado a tomar um novo endereço de e-mail para o sistema de e-mail do fornecedor, em vez de ser capaz de portar seu próprio. E-mail em eReaders também são notoriamente pesados, especialmente as versões que usam botões em vez de uma tela sensível ao toque.

Tablets, por outro lado , muitas vezes oferecem aplicativos de e-mail baseados em serviços populares como o Outlook, Gmail, Yahoo e AOL , assim você será capaz de portar seu endereço de e-mail existente para o seu tablet. Você vai ter que lidar com as limitações habituais de um dispositivo móvel, como ter de digitar em uma tela virtual, por exemplo. Mas tablets oferecem uma maneira viável para acessar e-mail em movimento.

Considerações finais

Vamos reforçar algo muito importante aqui: tablets e eReaders são aparelhos eletrônicos feitos essencialmente para o consumo de mídia. Pensando nisso, pode ajudar melhor sua decisão. Se você gosta muito de ler livros, o eReader pode ser uma ótima companhia, principalmente por conta da bateria que dura semanas. Já o tablet pode ser o companheiro para jogos, filmes e navegação na web. Seja qual for sua decisão, você ainda pode ter um smartphone e/ou laptop para complementar sua compra.

Deixamos tudo claro? Faltou alguma informação? Deixe no espaço de comentários abaixo o que você achou deste artigo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)