Tablets, smartphones, phablets. São tantos termos usados para descrever aparelhos que são quase a mesma coisa que é até um pouco difícil entender as diferenças entre eles. Por isso, se tornar muito importante entender um pouco cada um destes aparelhos para você não se confundir mais e entender qual o melhor uso de cada um deles e como comprar aquele que melhor atende suas necessidades.

O que é um tablet?

Tablet é um dispositivo que tem uma interface de tela sensível ao toque e, geralmente, de 7 a 10 polegadas. Normalmente não tem recursos para ligações ou envio de sms. Exemplos como o iPad, Samsung Galaxy Tab, Motorola Xoom, Google Nexus 7 e 10, Kindle Fire e outros.

Seu uso é mais focado no consumo de mídia, seja ela em forma de vídeo, texto, áudio ou jogos. É difícil usar um tablet para produção de mídia, mas alguns Djs já usam iPads para discotecar e alguns desenhistas já usam os tablets para desenhar.

O que é um smartphone?

Um smartphone moderno tem as mesmas características de um tablet só que em menores proporções. Geralmente têm diferentes tamanhos de tela, de 3 polegadas a 5 polegadas. Como exemplos, temos o Samsung Galaxy Mini, Motorola RAZR, o iPhone e outros. Seu principal uso é a comunicação, porém, ele acaba fazendo um pouco de tudo, desde comunicação até consumo constante de diferentes mídias, anotações e produtividade no trabalho.

Diferentes tamanhos para vários perfis

Os diferentes tamanhos dos aparelhos também significam diferentes usos para eles, que podem ser também diferentes para cada tipo de usuário. (Foto: worldofphones.net)

O que é um Phablet?

Phablet é um Smartphone e Tablet combinados que tem um tamanho de tela entre 5 e 7 polegadas e é projetado para incorporar ou complementar as funções de telefones inteligentes e tablets. Um aparelho desse tipo é geralmente maior que um smartphone, mas menor do que um tablet. Não há um limite para o tamanho de um phablet, mas a indústria e os sites especializados adotam como 6,9 polegadas o tamanho máximo de um phablet, já que o Nexus 7 e o Kindle Fire já entram como modelos mais básicos de tablets. Exemplos de phablets são o Galaxy Note I e II e o Sony Xperia Z.

Quais as diferentes entre tablets, smartphones e phablets?

Embora maior do que um telefone inteligente, phablets tendem a ser menores e mais finos que um tablet, tornando-se convenientes para o transporte em bolsas, bolsos e mochilas. Phablets normalmente são usado para acesso à web móvel e multimídia, incluindo atividades que exigem uma tela grande.

Já um tablet com sua tela maior é feito principalmente e quase que unicamente para o consumo de mídias. É bem incômodo usar um tablet para digitar e nem um pouco ergonômico.

O smartphone completa o trio, com a diferença principal em tentar ser um equilíbrio entre ferramenta de comunicação e consumo moderado de mídia.

Quem está em dúvidas entre qual tipo de aparelho escolher, pode muito bem pegar um phablet. Eu tenho meu Galaxy Note II e estou bem satisfeito com ele. Quem tem mãos pequenas pode ficar mais satisfeito com a combinação entre um smartphone e um tablet, mas vai acabar gastando um pouco mais para ter uma dupla de qualidade.

Ficou alguma dúvida? Você já sabe que combinação vai fazer? Compartilhe suas ideias nos comentários e ajude outros leitores que podem ter as mesmas dúvidas e/ou certezas que você!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)