Escolher um celular já é difícil para quem entende bem de tecnologia. Agora imagine aqueles que pouco entendem sobre o assunto e precisam de um celular novo. Eles passarão por um martírio muito maior que o seu na hora de escolher um celular.

Para ajudar estas pessoas, elegemos alguns dos modelos de celulares e alguns critérios de escolha que podem ajudar estas pessoas. Note que estamos falando de celulares com os sistemas operacionais Android, iOS (iPhone) e Windows Phone. Blackberry e outros sistemas, apesar de bons, ainda podem ser um pouco “estranhos” para o mundo atual. Para começar:

Certifique-se de que você realmente quer um Smartphone

Pode ser estranho pensar nisso, mas existem pessoas que só usam celulares para mensagens e voz ainda nos tempos de hoje. Para estes, um “dumbphone”, ou seja, um celular mais básico, pode ser a opção.

O que temos de considerar é que um smartphone hoje em dia é um aglomerado tecnológico: câmera, computador pessoal, agenda, bloco de notas, entretenimento e muito mais. Se você precisa destes itens em uma base diária, um smartphone com toda estas capacidades pode reduzir bastante o volume de coisas que você carrega com você. Mas ao menos que você pretenda usar boa parte destes recursos, simplesmente não vale a pena comprar um smartphone por conta disso. Porém, vale lembrar que o número de dumbphones no mercado caiu consideravelmente e até os modelos de smartphones mais básicos atendem bem à qualquer demanda.

Por isso, não é mais questão de querer ou não um smartphone. As chances são de que na sua próxima troca, você só tenha um smartphone para escolher. E quanto antes você se adaptar a eles, melhor.

Os melhores celulares para quem não entende de tecnologia

Para quem não entende de tecnologia, a escolha de um bom celular vai depender do uso que a pessoa vai dar ao aparelho. Ou seja, temos de levar em consideração a simplicidade para algumas tarefas básicas envolvendo celulares para eleger o melhor para cada tarefa.

Para aqueles que querem um celular para e-mail e navegação na Web, celulares com o sistema operacional Windows Phone se destacam com uma interface simples e de fácil uso. Principalmente os celulares Nokia da linha Lumia oferecem uma grande quantidade de recursos que você pode ou não usar. É como se fosse uma mistura entre iPhone e Android.

Como estes aparelhos são novos no mercado, sua simplicidade e baixa quantidade de aplicativos na Windows Store não é um problema para quem não entende muito bem de tecnologia, colocando eles no topo da lista de escolhas para os usuários mais básicos.

Melhores celulares

Seja qual for sua escolha, hoje há celulares para todos os gostos. Use muito as lojas e os aparelhos de teste para saber quais são os que melhor atendem às suas necessidades. (Foto: www.proverbs66.com)

Quem deseja uma grande quantidade de aplicativos, deve optar pelo iOS, o sistema operacional do iPhone. São milhares de aplicativos para personalizar sua experiência no uso de um aparelho celular. Se você não quer gastar muito nos modelos iPhone mais recentes, pode encontrar modelos mais antigos e muito bem “usáveis” com baixos preços no mercado.

Os jogos, aplicativos e recursos mais populares estão no iPhone. Além disso, é um dos aparelhos com a curva de aprendizado para uso mais simples, levando apenas alguns minutos para que você aprenda a usá-lo e configurar com suas preferências. A integração com o iTunes e outros Hardwares da Apple só fazem dele mais um elemento em um ambiente de software rico e com muito valor agregado.

Agora, se você quer um celular altamente personalizável e muitos recursos avançados, não dá para fugir do Android. Cada um dos aparelhos Android tem uma interface diferente, o que pode dificultar um pouco uso. Mas as linhas Nexus, lançados por várias operadoras em parceria com o Google, e os celulares Galaxy da Samsung, são a linha definidora da experiência com o Android.

O legal dos aparelhos Android é que mesmo que não é um expert em tecnologia conseguirá usá-lo. E à medida que for aprendendo as manhas e macetes do Android, poderá usar também recursos mais avançados e personalizados, algo que nem o iOS e nem o Windows Phone conseguem ainda. Além disso, é o sistema operacional com mais opções em diferentes faixas de preço. Mas um equilíbrio perfeito e com a curva de aprendizado mais completa entre os três sistemas operacionais aqui descritos.

Considerações finais

Eleger apenas um ou outro aparelho rapidamente tornará este artigo ineficaz. Aqui, o objetivo é deixar bem claras as principais funções de cada um dos sistemas operacionais e qual a melhor aplicação para eles.

Realmente, a escolha final dependerá de mais fatores. Já vi gente escolher celular porque tinha cores vibrantes. Outros, porque queriam o status da marca. Claro, estes são fatores pessoais que não dá para deixar de lado. Mas você não pode deixar que uma cor bonitinha cegue você ao que é realmente importante em um aparelho celular: aplicativos, sistema operacional e lógico, o hardware. Câmeras, tela, qualidade do som e outros incrementos de hardware são muito importantes. Talvez, o mais importante. Pense que às vezes vale a pena comprar um celular mais caro para não ter que trocá-lo tão cedo. Escolha com bastante paciência e garanta para você a melhor experiência.

E quem sabe, você não muda de ideia e passa a entender um pouco mais sobre tecnologia, não é?

2 comentários para “Os melhores celulares para quem não entende de tecnologia!”

  1. Welick

    Olá boa noite tive olhando seu site nele aprendemos muitas coisas vocês por acaso tem alguma apostila de ensino que fala mais?

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)